5º Encontro - Objetos, Símbolos, Termos e Funções na Liturgia

  • Objetos Litúrgicos: São todos aqueles objetos usados nas mais diversas celebrações.
  • Símbolos Litúrgicos: São símbolos usados durante as celebrações e que traduzem alguma mensagem através dos ritos, gestos e das cores.

A seguir, você vai conhecer melhor os principais objetos, símbolos e termos litúrgicos e também as principais funções que se relacionam com o seu trabalho no serviço do altar.

 

 

O que um bom acólito precisa conhecer

 

Aqui estão relacionados alguns termos,funções, símbolos e objetos litúrgicos que todo acólito deve conhecer e que se relacionam com as suas funções:

 

  • Alfaias: Toalhas e ornamentos do altar.
  • Altar: A mesa onde se celebra a Missa: o centro de toda liturgia.
  • Alva: Veste branca, longa e por vezes com tenda na barra. Traduz purificação, alegria, consagração ao serviço da Igreja.
  • Âmbula (ou Cibório): A vasilha (de diversos formatos e tamanho e com tampa) que contém as Partículas (Hóstias Consagradas)
  • Asperges: É a aspersão com água benta.
  • Aspersório: É um instrumento (pequeno bastão) usado para aspergir os fiéis com água benta.
  • Assembleia: Grupo de pessoas que se reúnem para rezar, meditar e celebrar.
  • Átrio (ou Nave): O espaço da igreja onde ficam os fiéis em geral.
  • Baculífero: Aquele que fica encarregado de "zelar" pelo Báculo durante as celebrações onde o bispo se faz presente.
  • Báculo: Bastão episcopal; cajado, bordão que sinboliza o serviço do "Pastor" e o Poder.
  • Batina: Hábito eclesiástico (do sacerdote).
  • Batistério: Lugar da igreja apropriado para a celebração de batizados, onde se encontra a "Pia Batismal". Também chamamos de "Batistério" o documento que a igreja fornece e que comprova que o crsitão foi batizado.
  • Bíblia: É o conjunto dos Livros Sagrados, dividido em duas parte: Antigo Testamento (que contém 46 livros e narra a história sagrada antes da vinda de Cristo) e o Novo Testamento (que comtém 27 livros e narra a história sagrada a partir de Cristo).
  • Caldeira de Água Benta: A vasilha onde se coloca a água benta usada para aspergir os fiéis.
  • Cálice: A vasilha em forma de taça, usada para consagração do vinho (não confundir com cibório ou âmbula).
  • Casula: Veste sacerdotal igual a uma pequena capa que é usada sobre a alva (túnica) durante as celebrações. A cor da casula varia de acordo com o tempo ou cricunstância litúrgicos: branca, verde, vermelha ou roxa.
  • Castiçal: Utensílio com bocal na parte superior para segurar velas de iluminação.
  • Ceriferário: A pessoa que é encarregada de conduzir as velas durante as cerimônias litúrgicas.
  • Cerimoniário: O clérigo que dirige as cerimônias litúrgicas.
  • Cibório: O mesmo que âmbula (não confundir com o cálice).
  • Círio Pascal: Vela grande de cera que simboliza o Cristo ressuscitado.
  • Comungar: Receber Cristo na Eucarístia.
  • Comunidade: A associação de pessoas que têm um mesmo ideal ou uma mesma crença.
  • Congregação: A associação religiosa, assembleia ou reunião.
  • Consagração: O momento central da Santa Missa em que o pão e o vinho são transformados no Corpo e Sangue de Cristo.
  • Corporal: Pano de linho engomado, sobre o qual se colocam o "Corpo de Cristo" e o cálice com o seu "Sangue", nas espécies de pão e vinho.
  • Credência: A mesinha onde ficam depositados os objetos sacros usados durante a missa e demais cerimônias.
  • Cruciferário: A pessoa que é encarregada de conduzir a cruz nas procissões ou celebrações litúrgicas.
  • Custódia: O mesmo que ostensório.
  • Eclesiástico: Que pertence à Igreja: bispo, sacerdote, diácono.
  • Epístola: Carta de algum apóstolo que a Igreja lê e medita, para melhor vivência dos fiéis.
  • Estola: Paramento usado pelo sacerdote e diácono, sobre os ombros, por cima da túnica, representando a diginidade sacerdotal e diaconal. A cor da estola varia de acordo com o tempo e circunstância da liturgia (verde, branca, vermelha ou roxa).
  • Eucaristia: Sacramento em que o Corpo e Sangue de Cristo estão representados pelas aparências (espécies) de pão e vinho.
  • Evangelho: A "Boa Nova" - Doutrina de Cristo. Cada um dos quatro livros principais da Bíblia (Novo Testamento).
  • Evangeliário: Livro que contém os Evangelhos, que pode ser conduzido em procissão na entrada da Missa e antes da proclamação do Evangelho.
  • Galhetas: As vasilhas onde são guardadas a água e o vinho usados durante a celebração litúrgica.
  • Genuflexão: Ato de dobrar o joelho, ajoelhar-se.
  • Genuflexório: Banco com local próprio para ajoelhar-se.
  • Hóstia: Partícula de pão ázimo (sem fermento) que se consagra na Missa.
  • Incenso: Resina aromática estraída de várias espécies de árvores, que se queima durante determinadas celebrações. É uma tradição antiga da Igreja e simboliza a proteção e purificação.
  • Lavabo: Cerimônia de ação litúrgica sacrificial. Simboliza a purificação da comunidade, especialmente a do celebrante.
  • Lecionário: Manual que contém apenas as leituras usadas nas missas.
  • Librífero: A pessoa encarregada de conduzir e apresentar os Livros Sagrados (Bíblia, Missal, Lecionário, Evangeliário) usados durante as cerimônias litúrgicas.
  • Liturgia: É a celebração do povo de Deus, reunido em nome de Jesus ressuscitado.
  • Manustérgio: Pequena toalha de linho usada pelo celebrante e ministros da Eucaristia para enxugar as mãos (ou os dedos).
  • Mesa da Palavra: O púlpito ou a tribuna, local apropriado para proclamar a Palavra de Deus.
  • Ministro da Assembleia: O padre, o diácono ou outro ministro que representam Cristo e o povo.
  • Ministro da Eucaristia: Os leigos que auxiliam o sacerdote na distribuição da COmunhão aos fiéis.
  • Missal: Livro que contém as orações, as leituras e a fórmula das Missas para cada dia e cada domingo do ano.
  • Mitra: Insígnia que os bispos, arcebispos e cardeais colocam na cabeça, simbolizando a dignidade episcopal.
  • Mitrífero: Aquele que fica encarregado "zelar" pela mitra durante as celebrações em que o bispo se faz presente.
  • Nave: O mesmo que átrio.
  • Naveta: Vasilha (formato de pequeno barco) usada para guardar o incenso que é colocado no turíbulo.
  • Naveteiro: A pessoa encarregada de conduzir e "zelar" pela naveta durante as cerimônias litúrgicas.
  • Óleo Santo: Óleo abençoado pelo bispo, na Quinta-Feira Santa, usado para ungir os fiéis em diversas cerimônias: Batismo, Crisma, Unção dos Enfermos e Ordenação Sacerdotal e Episcopal.
  • Ostensório: Objeto onde se ostenta a Hóstia Consagrada, por ocasião das procissões ou da adoração e das bênçãos do Santíssimo.
  • Pala: Cartão, revestido de pano, usado para cobrir o cálice durante a celebração da Santa Missa.
  • Partícula: Hóstia.
  • Patena: Vasilha, em forma de pratinho, onde se coloca a Hóstia da Santa Missa.
  • Presbítero: Padre, Sacerdote.
  • Presbitério: Lugar da Igreja onde ficam os celebrantes e auxiliares (acólitos, cerimoniários) e a mesa do altar.
  • Sacramento: Atos de Cristo, repetidos pela Igreja, que simbolizam o que realizam.
  • Sacrário: Lugar onde se guardam as coisas sagradas, principalmente as Hóstias Consagradas ou relíquias; lugar do maior respeito nas igrejas.
  • Sacristia: Sala anexa à igreja, onde são guardados os paramentos e objetos religiosos.
  • Sacristão/Sacristã: Pessoa imcubida da guarda dos paramentos e objetos usados nas cerimônias religiosas. Pessoa que prepara os mesmos para as celebrações.
  • Sacro: Tudo o que é sagrado, venerável, santo.l
  • Sanguinho: Pano de linho, usado para purificar o cálice e o cibório (âmbula) e outros objetos liturgicos.
  • Santíssimo: Hóstia Consagrada; o Corpo e o Sangue de Cristo.
  • Santos Óleos: O mesmo que Óleos Santos.
  • Sineta: Pequeno sino, usado pelo acólito, durante a consagração da missa e em outros momentos.
  • Sobrepeliz: Veste branca usada sobre a túnica, pelo sacerdote, durante algumas cerimônias como, por exemplo, no batismo e bênçãos.
  • Solidéu: Pequena boina, usada pelo papa, bispos, arcebispos e cardeais.
  • Tabernáculo: O mesmo que sacrário.
  • Teca (ou Píxide): Pequeno invólucro de metal (estojo) usado para levar Comunhão aos enfermos.
  • Túnica: Veste longa usada pelo celebrante e também pelos acólitos, por ocasião das celebrações.
  • Turíbulo: Vaso em que se queima incenso sobre brasas, em cerimônias especiais. É o mesmo que incensário ou incensório.
  • Turiferário: A pessoa encarregada de conduzir e "zelar" pelo turíbulo durante as cerimônias litúrgicas.
  • Velas: Colocadas sobre o altar, simbolizam a fé e a luz (Cristo).
  • Véu de Ombros: É um pequeno manto que o celebrante usa sobre os ombros por ocasião da bênção do Santíssimo ou da sua procissão solene.
  • Viático: O Sacramento da Eucarístia, administração aos enfermos para indicar-lhes o caminho da fé e para confortá-los, quando estão impossibilitados de ir à igreja.

 

Recomendações ao acólito

 

O acólito exerce um trabalho muito importante numa comunidade, principalmente durante as celebrações. Por se colocar em local de destaque, está sempre sujeito à atenção de toda a assembleia. Por isso, procure fazer tudo cuidadosamente, lembrando que você poderá servir de "espelho" para toda a assembleia e, principalmente, para as nossas crianças, que poderão até imitá-lo. Quando você participa com bastante entusiasmo, com certeza estará motivando as demais crianças a fazê-lo também.

 

Imagens dos Objetos Litúrgicos

 

 

 

 

Altar

Ambão

Âmbula

Aspersório

Báculo

Batina

Cálice

Carrilhão

Castiçal

Catedra

Círio Pascal

Corporal

Crucifixo

Dalmática

Evangeliário

Galhetas

Genuflexório

Hóstia

Lavabo

Lecionário

Manustérgio

Missal

Mitra

Naveta

Ostensório

Pala

Pálio

Patena

Patena

Pia Batismal

Sacrário

Sanguinho

Sobrepeliz

Teca

Tocha

Turíbulo

Umbrela