Dom Roberto Francisco: Vinde Sopro de Deus derramar o fogo do vosso amor!

O tempo Pascal culmina na Solenidade de Pentecostes, a grandiosa efusão e derramamento do Espírito Santo sobre a Igreja e a humanidade. Ele vem recordar e ensinar o que Jesus comunicou e vivenciou, mantendo sua memória viva e impulsionando a Igreja na sua missão. Espírito que forma e habita a Igreja tornando-a um Povo universal, sem fronteiras nem muros. Força inspiradora de Deus, elo de unidade, que possibilita o entendimento e a recíproca aceitação da Palavra que circula e permanece iluminando mentes e corações. Espírito que anima e transforma a Igreja em Casa e Escola de comunhão, mãe dos povos e dos pobres, gerando fraternidade, paz e justiça entre todas as criaturas. Princípio amoroso, entrópico e ordenador da Criação cuidando e embelezando-a, confiando-a a todos(as) como Casa Comum.

Precisamos muito do Espírito para purificarmo-nos da corrupção e da violência que nos corroe como câncer, deste fogo abrasador que nos envia como servos para possibilitar a civilização do dom e da partilha, da sociedade do bem viver e conviver. Ansiamos, como sempre, viver a cultura de Pentecostes, do milagre da verdadeira comunicação, sem baleias azuis, intolerância, e manipulação consumista.

 Espírito de sabedoria cordial e criativa que tudo compreende, ilumina, fortalece e aperfeiçoa, guiando e encaminhando sempre para a misericórdia e compaixão do Pai. Colocai a cada um de nós e a toda a Igreja, a todas as comunidades em processo de saída, de ir ao encontro, de promover uma irradiação apostólica do bem, da graça e da verdade. Dai-nos uma esperança forte e a capacidade de reinventarmo-nos e passar a limpo o Brasil, com uma cidadania consciente, lúcida e generosa, sedenta de justiça e voltada para o bem comum da Nação, respeitadora da vida e fiel à vocação cristã de ser a Terra da Santa Cruz. Concedei-nos, hoje e sempre, percorrer os caminhos da história respondendo com docilidade aos sinais dos tempos, a vossos gritos, moções e luzes que nos fazem anunciadores e construtores do Reino de Deus. Renovai com alegria e ternura a face de toda a Terra!

 

Com informações do Portal da Diocese de Campos